5 verdades cruas sobre a felicidade

Todos temos uma ideia do que é a felicidade e do que precisamos para torná-la completa em nossas vidas. Muito sobre ela tem se falado, ao longo dos séculos, não raras vezes criando mitos. Para além da idealização, porém, existem algumas verdades que são incontestáveis. Veja:

Aquela felicidade da propaganda de margarina existe
Nos últimos tempos os comerciais de margarina, na tevê, tornaram-se sinônimo de ilusão, de meta impossível de ser alcançada. Não é verdade. Momentos de puro êxtase, na companhia de quem se ama, repletos de sorrisos, podem acontecer todos os dias. Provavelmente não se mantenham as 24 horas de um mesmo dia, mas o que é a vida senão a soma de momentos?

Cobrar-se ser feliz é uma fonte inesgotável de estafa e stress
Verbos no imperativo não costumam acompanhar uma vida tranquila. Faça isso / seja aquele outro / aja desta forma são passaportes para esgotamento físico, emocional, mental. Pode existir ordem mais cruel do que “Seja feliz”, considerando a natureza leve e espontânea da felicidade?

Nem todos os dias serão extraordinários
Todos gostamos de momentos felizes e realizados, porém poderá acontecer deles não serem a maioria na ampla gama de sentimentos possíveis ao longo de um dia. Talvez não sejam nem frequentes. Os momentos tristes, melancólicos, de apatia, ou simplesmente neutros, também fazem parte e há de se lidar com eles. Porém, se permanecerem por mais de uma semana, de maneira muito profunda e desanimadora, busque ajuda.

Você nunca será feliz até definir o que é, para você, felicidade
Felicidade é um conceito subjetivo. É diferente para cada um. Observar como as outras pessoas são felizes serve como pesquisa de campo, estudo antropológico, mas costuma ser bem ineficaz quando se trata de realização pessoal. Saber o que faz você feliz e conectar-se com essa essência é o caminho.

A felicidade é uma construção
Ser feliz exige disciplina. Uma atitude simples que ajuda a construí-la, como atentar sempre para os fatores positivos de cada situação, nem sempre é fácil. Felicidade não cai do céu, não dá em planta e seu florescer depende de regá-la, todos os dias. Dá trabalho, mas vale o esforço. Vários teóricos garantem, inclusive, que ela reside na própria jornada.

Sandra Veroneze é Jornalista e Filósofa Clínica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *