“Fiz meu Caminho de Santiago pessoal, íntimo”

Sandra Veroneze
sandra.veroneze@saber-se.com

Quando peguei minha mochila e decidi ir para a Europa eu não tinha planos específicos, nem rotas determinadas a seguir. O que eu levava nessa mochila era uma vontade imensa de viver. Me sentia vazia, como se a própria existência estivesse em pausa. Não imaginava o que iria encontrar, talvez porque ainda não soubesse exatamente o que estava procurando. Foi a melhor decisão que poderia ter tomado. Essa escolha mudou minha vida, me fez respirar e sentir cada momento, viver culturas não como uma turista acidental, que vai a lugares onde todos costumam ir, mas vivendo realidades diferentes, entendendo pensamentos novos. Fiz meu ” Caminho de Santiago” pessoal, íntimo, me permiti saber quem sou e o que me faz feliz. Vivi e superei problemas, senti alegrias indescritíveis e tristezas amargas, me renovei como ser humano. Hoje não sou melhor que ninguém, mas sou muito melhor do que eu era, mais humana, mais ouvinte e mais compreensiva. Me permiti ver o mundo, aceitar diferenças e entender escolhas. Já não quero mais mudar o mundo, nem permanecer na área de conforto. Quero sim a cada dia melhorar quem eu sou. Esse para mim é o caminho da felicidade, que não tem fim, não acaba, se renova a cada dia estando onde você estiver desde que você esteja feliz fazendo o que faz!

Clarissa Saul Souto, chefe de cozinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *