O Autoesquecimento nos leva ao Outro

De alguma forma a vida nos convida a sermos ensimesmados e é muito fácil acreditar que o mundo gira em torno de nosso próprio umbigo. Conjugamos muito os verbos e a existência na primeira pessoa: quero isso, não gosto daquilo, mereço aquele outro.

O Autoesquecimento convida a desplugar-se um pouco dessa tendência de encapsulamento no próprio eu. Convida a olhar em volta e aprimorar a percepção do outro em suas mais diversas nuances. Também convida a colocar-se à disposição do outro, seja em algum trabalho voluntário, seja numa escuta mais qualificada…

Esquecer-se só um pouquinho de si, sem porém negligenciar-se, pode representar um ganho gigante na qualidade das relações!

Sandra Veroneze | Saber-se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *